Как выбрать внешний диск. Внешний жесткий диск как выбрать самый подходящий. Какой внешний диск выбрать. Какой принтер выбрать. Какой выбрать лазерный принтер сегодня. Какой цветной принтер выбрать. Готовые программы на java. Изучаем java с нуля быстро. Как начать программировать на java. Бесплатные игры для планшетов android. Качественный samsung android планшет. Планшет android цена. Отдых в турции отели. Самый лучший отдых в турции. Отдых в турции отели цены. Wow дк гайд. Лучший wow фрост дк гайд. Wow дк танк гайд. Рабочие программы на языке python. Изучаем python с нуля. Язык python для начинающих. Бесплатые плагины для Joomla. Скачать joomla плагины бесплатно. Где скачать самые последние плагины на joomla.

Menu

Mulher é morta à paulada pelo marido em frente aos filhos

Atualizado em Quinta, 26 Setembro 2013 11:12
Reprodução Crime aconteceu nesta quarta-feira (25) à tarde na rua Angelino Stela; vítima foi socorrida à Santa Casa mas não resistiu Crime aconteceu nesta quarta-feira (25) à tarde na rua Angelino Stela; vítima foi socorrida à Santa Casa mas não resistiu

A embaladora Maria da Luz Amaral, 36, foi assassinada ontem de manhã em sua casa - um bar desativado - à rua Angelino Stela, no Parque Jupiá, em Piracicaba. O único golpe com madeira, que segundo testemunhas foi desferido pelo marido dela, um vigilante de 57 anos, que até o fechamento desta edição continuava foragido, foi fatal.

O crime, segundo testemunhas, aconteceu na frente de dois filhos do casal. Um deles saiu na rua gritando por socorro dizendo a uma conhecida, que estava perto da esquina, que o pai havia matado sua mãe.

O que teria motivado a discussão do casal, que terminou com o assassinato, seria o fato de Maria ter chegado em casa, por volta das 11h30, e reclamado pelo fato dele não ter preparado o almoço para as crianças.

A ambulância do Samu - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - levou a mulher para a Santa Casa, mas não deu tempo de ser realizado o procedimento de emergência. Logo que a ambulância saiu, familiares que ali estavam não quiseram falar do assunto. Apenas disseram que a mulher foi socorrida com ferimentos graves.

Um morador das proximidades disse à reportagem que, pelo estado em que a mulher ficou, dificilmente conseguiria sobreviver. "A pancada fez com que um olho saltasse para fora e a orelha também. Uma cena horrível, um absurdo. Triste foi ver as crianças gritando", lembrou.

A Polícia Militar foi acionada, fez diligências pelas imediações, mas não encontrou o autor, que teria fugido numa moto preta. Os policiais também foram até a casa de um primo do vigilante, que disse não ter presenciado nada e apenas estava cuidando das crianças.

Outras agressões

O marido de Maria da Luz já foi acusado de agredi-la em outras ocasiões e ofendê-la moralmente. Contra ele também foi registrado um boletim de ocorrência, no qual a sua enteada - atualmente com 14 anos - diz que em 2009 ele abusava dela, passando as mãos em seu corpo, mas que não podia dar queixa porque ele dizia que se o fizesse ela iria apanhar.

No dia 31 de outubro do ano passado, ele foi acusado de injúria, ameaça, vias de fato e calúnia contra a mulher, que, na ocasião, levou um tapa no rosto e quase foi enforcada. Em janeiro deste ano, outra queixa - ameaça, danos, injúria e vias de fato. Durante discussão, ele quebrou um celular. Consta que ele disse que se a mulher não fosse embora ele faria uma besteira.

Neste mesmo dia tirou a televisão e o telefone fixo da sala, para que todos ficassem incomunicáveis. Xingou a mulher e os filhos. Em maio deste ano ele deu queixa dizendo ter sido agredido pela mulher e em agosto a enteada registrou a ocorrência.

Enterro

O corpo de Maria da Luz Amaral está desde ontem no IML de Piracicaba, será liberado hoje para um velório rápido no cemitério da Vila Rezende - até o fechamento desta edição não havia sido definido o horário - e em seguida uma funerária do interior de Minas Gerais fará o traslado para aquele Estado, onde será o enterro.

  • Nenhum comentário encontrado

Deixar seu comentário

Postar comentário

0
termos e condições.
voltar ao topo